Esse é seu canal, com dicas para ganhar dinheiro, montar um negócio, cursos, marketing Digital, SEO, notícias do mercado, e conteúdos para fazer você empreendedor alavancar seus negócios.

IMPORTAÇÃO: 5 dicas básicas para quem quer exportar produtos online



O E-commerce é uma indústria que tem crescido bastante no Brasil e, nos últimos anos, o comércio entre países tem feito parte desse crescimento. De acordo com o estudo eMarketer Latin America Ecommerce 2018, o número de consumidores digitais no Brasil deve crescer de 52,3 milhões para 60,4 milhões em 2022. O estudo projeta um crescimento contínuo no número de vendas no varejo online neste período. Hoje, vendedores brasileiros no eBay alcançam cerca de 22 mercados estrangeiros, contra uma média de cinco mercados estrangeiros para negócios tradicionais. Além disso, mais de 80% alcançam, individualmente, 10 ou mais mercados diferentes com seus produtos. O que muitos vendedores online não sabem é que, bem como no comércio tradicional, o e-commerce tem regras específicas e boas práticas que precisam ser levadas em conta por quem procura exportar produtos online para outros mercados. Confira algumas delas:

1 – Tenha uma conta organizada

Escolha o seu tipo de loja, um bom nome (fácil de lembrar) e uma imagem de perfil clara e em alta resolução. Isso vai te ajudar a construir confiança entre os compradores. Além disso, decida se você precisa de uma conta pessoal ou de negócios, a depender do tamanho do seu inventário de produtos. Se a sua conta for uma de negócios, se certifique de ter uma imagem em alta do seu logotipo, que os consumidores possam associar à sua venda.

2 – Seja um conhecedor do seu mercado

Pesquise seu Mercado e os mercados para os quais você planeja vender seus produtos. O que os seus concorrentes estão vendendo? Por qual preço? O país para o qual você planeja vender seus produtos tem algum traço cultural que possa tornar alguma categoria de produtos mais popular? Ele tem regras específicas relativas ao e-commerce que você possa acessar com facilidade? Se você conhecer alguém que já tenha exportado para um país para o qual você esteja interessado em vender, por que não conversar com essa pessoa para entender os desafios que ela teve?
3 – Escolha seu catálogo e conheça o processo de frete e entrega

Depois de ter feito os dois primeiros passos, escolha os produtos que você vai vender e tenha imagens em alta resolução deles em muitos ângulos, se possível. Isso te ajuda a passar confiança aos compradores. Também é importante saber se as transportadoras têm alguma restrição de produto e conhecer suas regras. Algumas delas não trabalham com joalheria e ouro, por exemplo. E a categoria de Joias foi a mais exportada por vendedores brasileiros em 2018, seguida por Eletrônicos, Saúde & Beleza, Música e Brinquedos.
4 – Entenda todos os fatores que podem impactar o preço final que os compradores pagarão

Saiba que taxas são aplicadas ao seu tipo de produto. Identifique as melhores opções de frete e políticas de devolução. Vale verificar as lojas de outros vendedores que estejam trabalhando com o mesmo tipo de produto para saber se o seu preço é competitivo. É importante para os compradores ter uma experiência confortável durante e após a compra. Uma boa estratégia é incluir o frete no custo final do produto e disponibilizá-lo sem frete para os compradores. Isso aumenta o número de filtros em que o seu produto vai aparecer.
5 – Procure se tornar um vendedor bem avaliado

A sua reputação como vendedor online vai depender principalmente do feedback dos compradores e da forma com que você atende às necessidades deles. Você precisará manter sua pontuação alta. Afinal, ela é um dos principais parâmetros para novos consumidores que se deparem com a sua loja e seus produtos. Se certifique de que você está prestando atenção aos problemas e relatos dos seus consumidores e lide com eles de uma forma responsável, garantindo toda a assistência possível. Isso vai aumentar sua reputação e mostrar para outros consumidores que você é confiável. E é especialmente importante em tempos de mídias sociais, em que uma reputação pode levar muito tempo para ser construída e apenas alguns minutos para ser destruída.


Share:

SUA EMPRESA: Resolução aprova normas complementares relativas ao Simples Nacional e MEI

Mei, empresas, negócios, empreendedores, simples nacional

A Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) nº 144 divulgou os sublimites vigentes para efeito de recolhimento de ICMS e ISS no Simples Nacional no ano-calendário de 2019, com os seguintes valores:
  • R$ 1.800.000: Acre, Amapá e Roraima
  • R$ 3.600.000: demais Estados e Distrito Federal
Não houve modificações com relação aos sublimites válidos em 2018. A Resolução CGSN nº 143 dispôs sobre:
Parcelamento de débitos do simples nacional
Até 31 de dezembro de 2019 a Receita Federal continua autorizada a acolher somente um pedido de parcelamento por ano calendário da empresa optante pelo Simples Nacional, podendo incluir débitos já parcelados anteriormente.
Ocupações do MEI
Na lista de ocupações autorizadas a inscrever-se como Microempreendedor Individual (MEI), houve as seguintes modificações:
1 - Em virtude de nova versão dos códigos da CNAE a partir de 2019, duas ocupações foram desmembradas, como segue:
Ocupações suprimidas:
  • Comerciante de peças e acessórios para motocicletas e motonetas independente
  • Proprietário (a) de bar e congêneres independente
Ocupações incluídas:
  • Comerciante de peças e acessórios novos para motocicletas e motononetas independente
  • Comerciante de peças e acessórios usados para motocicletas e motononetas independente
  • Proprietário (a) de bar e congêneres, sem entretenimento, independente
  • Proprietário (a) de bar e congêneres, com entretenimento, independente
2 - A Ocupação abaixo teve sua descrição alterada:
  • Descrição atual da ocupação: Comerciante de animais vivos e de artigos e alimentos para animais de estimação independente
  • Descrição a partir de 2019: Comerciante de artigos e alimentos para animais de estimação (pet shop) independente (não inclui a venda de medicamentos)
3 - Houve correção na redação da ocupação de “Viveirista Independente”, na qual passou a constar a incidência de ICMS.
4 - A partir de 2019 deixarão de ser autorizadas para o MEI as seguintes ocupações:
  1. Abatedor (a) de aves independente
  2. Alinhador (a) de pneus independente
  3. Aplicador (a) agrícola independente
  4. Balanceador (a) de pneus independente
  5. Coletor de resíduos perigosos independente
  6. Comerciante de extintores de incêndio independente
  7. Comerciante de fogos de artifício independente
  8. Comerciante de gás liquefeito de petróleo (glp) independente
  9. Comerciante de medicamentos veterinários independente
  10. Comerciante de produtos farmacêuticos homeopáticos independente
  11. Comerciante de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas independente
  12. Confeccionador (a) de fraldas descartáveis independente
  13. Coveiro independente
  14. Dedetizador (a) independente
  15. Fabricante de absorventes higiênicos independente
  16. Fabricante de águas naturais independente
  17. Fabricante de desinfestantes independente
  18. Fabricante de produtos de perfumaria e de higiene pessoal independente
  19. Fabricante de produtos de limpeza independente
  20. Fabricante de sabões e detergentes sintéticos independente
  21. Operador (a) de marketing direto independente
  22. Pirotécnico (a) independente
  23. Produtor de pedras para construção, não associada à extração independente
  24. Removedor e exumador de cadáver independente
  25. Restaurador (a) de prédios históricos independente
  26. Sepultador independente
O MEI que atue nessas atividades terá que solicitar seu desenquadramento no Portal do Simples Nacional.
O desenquadramento de ofício dessas ocupações, por parte das administrações tributárias, poderá ser efetuado a partir do segundo exercício subsequente à supressão da referida ocupação.
VIA JUSBRASIL
Share:

Postagens mais visitadas

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Se Escreva gratuitamente

Pautas e divulgação

contato falecomebooks10@gmail.com
Whatsapp 81 98737-5012

Contato

falecomebooks10@gmail.com

Marketplaces: cinco erros comuns que podem prejudicar as vendas

E-commerce, Marketplace, negócios online mercado de marketplaces segue a todo o vapor. De acordo com um  estudo realizado pela Precific...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Recent Posts

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Theme Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.